Dra. Isabel de Pádua Paz

 
nefrologista-pediatra-brasilia.jpg
 
  • Formação em Medicina pela Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), Brasília-DF. Término em 14 de novembro de 2010.

  • Residência em Pediatria pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).
    Término em 31/01/2013.

  • Título de Especialista em Pediatria através da Sociedade Brasileira de Pediatria obtido em 31/05/2014.

  • Residência em Nefrologia Pediátrica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
    Término em 28/02/2015.

  • Certificado de Atuação na área de Nefrologia Pediátrica através da Sociedade Brasileira de Nefrologia obtido em 11/05/2016.

  • Mestrado em Nefrologia Pediátrica pelo Departamento de Pediatria da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) em andamento.

  • Estágio eletivo da Residência de Nefrologia Pediátrica na área de Nefrologia Pediátrica no Hôpita Femme-Mère-Enfant em Lyon, França, em 2015.

  • Médica Nefrologista Pediatra no Hospital da Criança de Brasília José Alencar.

Pediatria geral
CRM-DF 25686
• RQE 26855

Nefrologia pediátrica
RQE 16856


Conheça a pediatra

Na Pediátrica, sabemos o quanto é importante que a família sinta-se à vontade com os profissionais de saúde que cuidam de seus filhos. Para que você conheça um pouco mais nossos pediatras e os demais membros da nossa equipe, decidimos fazer uma pequena entrevista com cada um deles. Saiba mais sobre a Dra. Isabel de Pádua Paz, pediatra e nefrologista pediatra da Pediátrica:

Você tem filhos?

Ainda não. Mas pretendo ter um dia.

Quais são os seus hobbies?

Gosto de praticar esportes ao ar livre, principalmente na água. O meu favorito é o kitesurf. É muito emocionante e divertido deslizar sobre as águas sendo puxada por uma pipa e ainda poder curtir o visual. Já pratiquei o esporte em praias e lagoas de algumas cidades do Brasil.

Se você não fosse médica, o que seria?

Publicitária. Estudei publicidade por dois anos, mas acabei largando o curso quando descobri que a minha paixão realmente era a medicina. Chef de cozinha também seria uma possibilidade. Adoro cozinhar. Transformar ingredientes simples em uma refeição. E também dividir os pratos com a família e amigos é muito gostoso.

Do que você mais gosta da experiência de trabalhar com crianças?

Da leveza como as crianças conseguem enfrentar a doença e de como retribuem ao nosso cuidado e ao tratamento com muito amor e sorrisos.

Você é de Brasília?

Não. Sou de Teresina, no Piauí. Sempre tive familiares morando em Brasília e por isso vinha passar férias na cidade quando criança com frequência. Morei seis anos na cidade durante a minha faculdade. Mudei para São Paulo em 2010 para fazer residência médica e estou retornando nesse ano de 2019. Sempre gostei muito de morar aqui.

Em quais lugares legais você já foi?

Adoro o Nordeste do Brasil. Conheço quase todo o litoral. Gosto de conhecer vilarejos na beira do mar, como Barra Grande no Piauí, estado onde nasci. Praias lindas de rotina simples, ótimo para descansar. Morei um ano na Austrália e já fiz um mochilão pela Europa percorrendo vários países. Também morei dois meses na França. Durante um mês tive a oportunidade de fazer um estágio em um hospital em Lyon na área de nefropediatria.

Onde você se formou?

Fiz faculdade em Brasília, na ESCS. Tenho muito orgulho da minha faculdade, que além de ter me proporcionado uma ótima formação me rendeu muitos amigos.

Qual é o seu conselho para uma vida saudável?

Se alimente bem, beba bastante água, pratique exercício físico, trabalhe com o que você gosta e esteja cercado por pessoas que lhe queiram bem.

Qual a coisa mais legal relacionada ao seu trabalho?

Poder modificar a vida de uma criança e de uma família. A doença, seja leve ou grave, gera muito desconforto e desequilíbrio para todos os envolvidos.

Qual conselho você daria aos pais?

Escutem os seus filhos, conversem com eles, sejam pacientes. Eles têm muito a ensinar.


Rins e nefrologia pediátrica

Poucos dão aos rins a sua devida importância por falta de conhecimento. São órgãos essenciais para o bom funcionamento do organismo e podem ser acometidos por doenças muitas vezes reversíveis, porém silenciosas. Ter um bom acompanhamento médico em caso de doença ou dúvida garante tratamento adequado e evita o diagnóstico da doença já em fase avançada.

A criança incha, tem dificuldade para ganhar peso, tem sede em excesso, faz muito xixi, perde urina, acorda várias vezes à noite para ir ao banheiro, tem a coloração da urina esquisita, tem ardência ou dor durante a micção, já teve infecção urinária? Procure um nefrologista pediatra. Cuide dos seus rins.

Dra. Isabel de Pádua Paz
Pediatra | Nefrologista pediatra
Brasília


Nefrologia pediátrica

A nefrologia é a especialidade médica que atua no diagnóstico e no tratamento de doenças do sistema urinário, principalmente daquelas relacionadas aos rins. E você sabe para que servem os rins? Os rins são órgãos que têm um papel central no equilíbrio da química interna do corpo. As principais funções desses órgãos em nosso organismo são:

• Eliminação de toxinas do sangue por um sistema de filtração;

• Regulação da formação do sangue e dos ossos;

• Regulação da pressão sanguínea; e

• Controle do delicado balanço químico e de líquidos do corpo.